Roberto Ribeiro

Rafael Ferrari      domingo, 9 de julho de 2017

Compartilhe esta página com seus amigos
Roberto Ribeiro

 

Dermeval Miranda Maciel, mais conhecido como Roberto Ribeiro (Campos dos Goytacazes, 20 de julho de 1940 — Rio de Janeiro, 8 de janeiro de 1996) foi um cantor e puxador de samba-enredo brasileiro. Sambista do Império Serrano, Roberto Ribeiro construiu uma respeitável carreira de intérprete e compositor desde a segunda metade da década de 1960. De voz bem timbrada e enxuto fraseado, seu repertório incluíam sambas de todos os tipos, como afoxés, ijexás, maracatus e outros ritmos africanos. Tem mais de 20 discos gravados, com sucessos populares como as canções "Acreditar", "Estrela de Madureira", "Todo Menino É um Rei", "Vazio", "Malandros Maneiros", "Fala Brasil" e "Amor de Verdade".

Filho de Antônio Ribeiro de Miranda (um jardineiro) e Júlia Maciel Miranda, Roberto, apesar de não ter nascido no Rio de Janeiro, era um carioca típico, apaixonado por futebol e samba. Aos nove anos de idade, trabalhava como entregador de leite. Naquele tempo, já frequentava a Escola de Samba Amigos da Farra, da cidade de Campos dos Goytacazes, e participava das festas do tradição "Boi Pintadinho".

Ele foi jogador de futebol profissional em sua cidade natal. Depois de passagens por equipes amadoras (Cruzeiro e Rio Branco), ele se tornou goleiro do Goytacaz Futebol Clube. Era conhecido pelo apelido de "Pneu". Em 1965, Roberto mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro em busca de um lugar em um clube grande carioca.

(Fonte: Wikipédia)

 

 


Ao povo em forma de arte (Wilson Moreira e Ney Lopes)



Aurora de um sambista (Toco)



Calamidade (Silas de Oliveira)



Cicatrizes (Paulo Cesar Pinheiro e Miltinho)



Desperta gigante (Serafim Adriano e Liette Souza)



Domingos domingueia (Eduardo Marques)



Estrela de Madureira (Acyr Pimentel e Cardoso)



Liberdade (Dona Ivone Lara e Delcio Carvalho)



Meu drama (Silas de Oliveira)


Partilha (Romildo e Sergio Fonseca)


Pernambuco, o leão do norte (Silas de Oliveira)


Pout-pourri - Isso e papel João - Cocorocó - Decadência (Vários)


Pout-pourri - Swing Negão - Brasil pandeiro - O samba agora vai - É com esse que eu vou (Vários)


Triste desventura (Monarco e J. Maurindo)





Comentários

 

Categorias




Marca do Clube das Partituras criada por Sergio Maia Designer


Inscreva-se na nossa lista para ser avisado quando forem adicionadas novas cifras e partituras!